sexta-feira, novembro 03, 2006

1º julgamento de mutilação genital feminina nos EUA

Um emigrante etíope nos EUA foi condenado a 10 anos de prisão, pela mutilação genital da sua filha. Khalid Adem cortou o clítoris da sua filha de dois anos com uma tesoura. Este foi o 1º julgamento por mutilação genital feminina nos EUA, apesar de se saber que esta prática é realizada em algumas comunidades.

1 comentário:

BaD disse...

Parabéns pelo blog e acima de tudo pela causa que também em Aveiro defendem!

Cumprimentos!